Dicas para calcular o custo de uma reforma
Voltar para o blog

Dicas para calcular o custo de uma reforma

Fazer a reforma da sua casa pode ser bem mais compensador do que realizar uma mudança e ir atrás de um novo imóvel. Contudo, cada passo deve ser cuidadosamente planejado, até para evitar que você gaste mais do que o necessário. 

Defina o escopo do projeto

O básico para montar um escopo é ter um objetivo para a reforma. Não adianta muito comprar os materiais primeiramente e depois ver o que será feito. Quanto menos improviso, melhor. Portanto, coloque no papel os cômodos que serão reformados, os materiais necessários, as cores e outros detalhes importantes. A documentação é importante para evitar que a obra mude de rumo durante a sua execução e, assim, extrapole os gastos previstos.

Divida o projeto em etapas
Se a reforma for muito grande e envolver mais de um cômodo, uma boa saída é dividir o planejamento em diferentes etapas. Funciona como um cronograma para manter uma ordem para cada obra.
Exemplo: primeiro o quarto (15 dias), depois a cozinha (mais 15 dias), depois o teto (1 semana), etc. Aproveite para segmentar os materiais (o que facilita ainda mais), como: 20m² de piso para a obra do quarto, dentre outros itens.

Avalie a contratação de profissionais
Caso você não se sinta muito à vontade para fazer esse planejamento, a consultoria de um engenheiro ou arquiteto poderá ser bastante útil. Os gastos com esse tipo de auxílio podem variar de 5% a 20% do valor total da obra. Ainda assim, é um indicador de segurança para a realização da reforma.

Não comprometa o seu orçamento
Pensando já diretamente no lado financeiro da obra, a primeira coisa a fazer é pesquisar os custos de cada componente da reforma. Materiais de construção, transporte dos materiais, pedreiros, encanadores, pintores e outros profissionais especializados devem ter seus gastos avaliados.
Você pode fazer comparativos com os preços dos materiais em lojas físicas e virtuais ou simular o investimento pela internet, em sites como Arquitecasa e Clickreforma.
Em relação à mão de obra: não avalie os profissionais apenas pela proximidade ou por indicações de amigos. Pesquise o histórico dos profissionais e consulte obras passadas. Dê preferência para conversar com antigos clientes.
Por fim, lembre-se de que é bom evitar que suas dívidas somadas ultrapassem um terço do seu orçamento mensal. Ao fazer uma obra na própria casa, é recomendável suprimir outros gastos e, se preciso, negociar o pagamento da reforma a prazo.



Outros posts

  1. Saiba mais sobre o projeto AVF KIDS

    Saiba mais sobre o projeto AVF KIDS

    O PROJETO PÚBLICO-ALVO Meninas e meninos entre 5 a 9 anos; OBJETIVO Familiarizar as crianças com o voleibol através de atividades de reconhecimento do próprio corpo; Exploração de...

  2. Dicas e cuidados com o botijão de gás de cozinha

    Dicas e cuidados com o botijão de gás de cozinha

    É verdade que o botijão de gás não é aquele item mais interessante dentro de uma cozinha. Muitas vezes ele só recebe atenção quando o gás acaba durante o preparo de uma refeição.No entanto, dedicar al...

  3. Conheça a tendência home office

    Conheça a tendência home office

      Transformar aquele quarto extra em escritório pode ser o que faltava para ter um home office. Trabalhar em casa é uma tendência. Confira os pontos positivos e negativos desta nova modalidade de serv...

Este site utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação.